----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Uniforme escolar e empresarial também pode ajudar na preservação do meio ambiente


A proposta da preservação ambiental está presente na grade curricular de praticamente todas as unidades de ensino no mundo, sejam estas públicas ou particulares. Esta preocupação com a preservação do planeta é apresentada de diversas formas pelos educadores se baseando pelas mensagens lembradas nas páginas dos livros, ou simplesmente se ancorando nas publicações diárias das mais variáveis mídias que nos apresentam alguns tempestuosos caos oriundos de desastres climáticos nos quatro cantos do globo.

Não basta apenas tratar a questão ambiental como uma matéria que necessita ser lembrada uma vez ao ano em feiras de ciências. Esta é uma pauta que deve ser discutida e lembrada em diversos parâmetros do cotidiano escolar.

A Confecção Elas, de Nova Friburgo, especializada na fabricação de roupas de bebê e sempre empenhada na preservação ambiental, criou uma proposta ecológica às escolas e/ou instituições de ensino, ou seja: Uniforme “ecofriendly” (um produto amigo do meio ambiente). Feito em tecido na cor branca e que tem em sua composição fibras de garrafas pet, a camisa de uniforme é leve e o processo de estampa é digital, ou seja, o desenho não sai na lavagem e nem desbota. E para tal estampa não existem limites de cores, basta ser uma imagem com boa resolução. Também pode ser usado para confeccionar as camisas muitas outras cores de tecido, no entanto, o processo de estampa seria outro e neste caso há limites de cores e também existe uma quantidade mínima para fabricação.

A Confecção Elas é detentora de um arquivo amplo de belíssimos desenhos voltados ao tema da preservação ambiental. A própria instituição de ensino pode selecionar um desenho cedido pela Elas para ilustrar suas camisas, utilizar algum desenho próprio ou até mesmo a marca da unidade escolar. A dica dos criadores da camisa é usar uma estampa bem bonita com o tema da preservação ambiental na parte frontal da mesma e a marca da escola nas costas, mas isto pode ser definido em acordo entre as partes envolvidas.  Além de ser feita a partir da reciclagem, cada camisa vai dentro de uma ecobag, na tentativa de reduzir as sacolas plásticas no meio ambiente. As pequenas bolsas levam consigo uma estampa do símbolo do Projeto Ambiental Elas Preservando: um beija-flor com uma gota de água no bico.

Segundo os idealizadores e proprietários da Elas, Alex e Adriana Santos, a ideia partiu do princípio de buscar pela diferenciação no mercado da moda aliado à conscientização ambiental. Segundo uma pesquisa realizada pela a Associação Brasileira da Indústria do PET (Abipet), em 2008, o Brasil consome cerca de 462.000 toneladas de garrafas plásticas por ano. Cada camiseta ecofriendly reaproveita, em média, uma a duas embalagens. A camisa é composta por tecido pet, poliéster e algodão.

O casal de microempreendedores, levaram praticamente todo o ano de 2012 planejando este produto, realizando pesquisas, alguns testes e ilustração diferenciada. No Brasil, segundo eles, já existem algumas escolas particulares e empresas de grande porte que adotaram o uso do uniforme tendo em sua composição fibras de garrafa pet, assim como instituições de ensino de Porte Alegre (RS) e a empresa ID Logistisc Brasil que veste ecologicamente seus 1.700 funcionários. Sendo assim, se mais escolas e empresas do mesmo porte adotarem esta mesma iniciativa, uma vez por ano, centenas de milhares de embalagens que hoje poluem o meio ambiente poderão ter um destino ecofriendly. E vale lembrar também que, atualmente, vestir uma roupa ou acessório ligado à importância da preservação ambiental é considerado “fashion” e nas passarelas já é muito comum encontrar peças do vestuário em sintonia com este conceito.
“Nosso maior objetivo com a criação destas camisas ecofriendly é disponibilizar as instituições de ensino um produto inovador e com muito valor agregado. Ou seja, se a direção escolar desejar que o nome da sua instituição seja vista como uma unidade de ensino que trabalha a preservação ambiental não somente na teoria, mas também na prática, certamente temos o produto certo para atendê-la.

Também creio ser um produto formidável para que as prefeituras possam utilizar para uniformizar toda a sua rede municipal de ensino e os seus funcionários, pois imagine como isto iria trazer uma visibilidade em marketing verde ao município respectivo... simplesmente algo que poderia ser muito bem explorado neste sentido, sem mencionar que a mesma prefeitura estaria investindo em qualidade de vida ao seu povo, pois reciclar é, sem dúvidas, uma forma de diminuir os impactos negativos ao meio ambiente e respeitar a vida!” – conclui Alex Sandro Santos que também diz poder atender empresas que queiram uniformizar ecologicamente os seus colaboradores.

Em Nova Friburgo, o Centro Educacional Souza Poletti, localizada no bairro Bela Vista, que já é parceiro da Confecção Elas no Projeto Ambiental Elas Preservando - cujo um berçário de mudas foi instalado no próprio CESP desde 2012-, já confirmou para todo o ano de 2013 a utilização dos uniformes ecológicos para os seus alunos já que o valor da camisa respectiva é muito semelhante daquelas que são feitas em outros materiais comuns. “Tenho a certeza de que estes alunos que são ensinados sobre a preservação ambiental na prática levam consigo para sempre este conceito. Eles não regridem em seu aprendizado, pois temos visto isto no dia a dia dentro do CESP. Inclusive, por conta de trabalharmos este assunto também na prática e de forma dinâmica, os pais dos nossos alunos têm relatado boas mudanças no comportamento dos seus filhos dentro do próprio lar a favor do meio ambiente.” – comenta Flávia Poletti, diretora do Centro Educacional Souza Poletti.
“Se todos fizerem algo, mesmo que pareça pequeno, a favor de um planeta mais saudável, certamente teremos muitas mudanças favoráveis no futuro. Se eu não faço nada pela conservação do planeta no dia a dia, mas faço a opção de adquirir um produto de uma empresa que realiza algum trabalho em prol do meio ambiente, com isso já estou contribuindo com a minha parte para um mundo melhor. Existem muitas formas de ajudar o planeta, inclusive levando estas informações adiante sobre a existência dos uniformes ecofriendlys que visam à preservação ambiental” – relata Adriana Santos estimulando a formação de uma corrente do bem.

Vale ressaltar, ainda, que a empresa de confecção friburguense é a primeira – no ramo - a receber por mérito, e em todo o Brasil, um Selo Verde da ONG ambiental Ecolmeia. Este Selo, que vai adesivado em todas as peças fabricadas pela Elas, tem por função informar que a empresa em questão é amiga da natureza. Além deste Selo Verde, a confecção de N. Friburgo, também foi contemplada no ano de 2012 pelo Prêmio Sesi Qualidade no Trabalho em duas etapas; recebeu o Prêmio David Miller do Conselho de Meio Ambiente de Nova Friburgo e também obteve por meio de menção honrosa o Prêmio Destaque da Moda que é realizado pelo Conselho da Moda em parceria com Senai Cetiqt, Sebrae, Firjan entre outros.

Para solicitação de visitas para apresentação de mostruário e proposta de parceria, e/ou obter maiores informações, basta ligar para 22 4105 1071 – 8157 9540 ou enviar email para elas.ecomodas@gmail.com



Tamanho das camisas:
Adulto masculino e Feminino baby look: P, M, e G.
Infantil: 02, 04, 06, 08, 10, 12, 14, 16 anos



Olha só como se dá a reciclagem de garrafas PET para serem transformados em tecidos. São três fases:

1) Coleta, lavagem, seleção por cores, retirada de tampas e do rótulo. Secagem do material. Daí, o PET é moído e reduzido a pedaços pequenos, flakes.
2) É feita a fusão à 300ºC, para a retirada das impurezas. Depois o produto é triturado e separado em filamentos.
3) A última fase é a da estiragem, quando a fibra é transformada em fio;
O bacana é que, no processo, praticamente não há perdas. Mantêm-se integralmente as propriedades do poliéster.


Nenhum comentário:

Postar um comentário