----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

segunda-feira, 6 de maio de 2013

CASA DE APOIO SETE ANJOS

CASA DE APOIO SETE ANJOS, convidando-o para participar da campanha da construção da nova sede como doador de materiais de construção. Acreditamos que, quando nos unimos em prol de um projeto e cada um contribui com o que tem em mãos, e quando ajudamos a um desprovido de seus direitos, com certeza estamos nos ajudando, por que tudo o que plantamos é o que colhemos.

Sabemos que a grande maioria das pessoas não tem tempo de visitar uma instituição de acolhimento e oferecer carinho e atenção a algumas crianças / adolescentes, mas podem colaborar de forma decisiva, para que outras pessoas executem esta tarefa. Com certeza assim você estará auxiliando a fazer o presente destas crianças / adolescentes melhor, e com a possibilidade de um futuro prospero com muito mais esperança.

Histórico:

A Casa de Apoio Sete Anjos, teve inicio no ano de 1999, inicialmente era uma residência comum do casal Sr. Raul e Sra. Cleusa, que residiam em uma aglomeração urbana no Bairro Vila Zumbi dos Palmares, em Colombo. O motivo da Instituição chamar-se SETE ANJOS aconteceu porque no ano de 1994, Sra. Cleusa sofreu 02 (dois) derrames, enquanto encontrava-se hospitalizada desejou melhorar para se comprometer com a adoção de 07 crianças, pois já possuía um filho adotivo e acreditava que adoção é uma benção tanto para o adotado quanto para o casal que adota, ato que trás felicidade para ambas as partes. Por este motivo fez do desejo um propósito para com Deus e visou dedicar-se a fazer crianças felizes.

Inicio:

Após a recuperação da Sra. Cleusa, o casal decidiu concretizar o desejo, mas sem precipitação, estavam decididos primeiramente a ajudar crianças e famílias, e assim Sra. Cleusa começou a cuidar de crianças do bairro, inclusive, algumas pernoitavam em sua residência por períodos longos, geralmente eram filhos de mães solteiras e profissionais do sexo.

Para manter as despesas da casa, a Sra. Cleusa que sempre trabalhou fora como costureira começou a trabalhar em casa, e o Sr. Raul, reforçava o orçamento trabalhando como mestres de obras. Por ocasião de adoções, algumas ocorridas na Vara da Infância de Colombo, a Juiza de Direito Drª Milla Aparecida Alves e a Promotora de Justiça, Drª Daniele Gonçalves Thomé, maravilhadas com o casal e, sobretudo com o amor e carinho dedicado ás crianças da comunidade, incentivaram o casal para que a casa fosse legalizada e se tornasse uma ONG (Organização Não-Governamental); e assim foi procedido com a oficialização em novembro de 1999.

A entidade mantenedora é reconhecida como filantrópica, tendo declaração de utilidade pública Municipal e Estadual. De 1999 a 2004 a Instituição funcionou no endereço do casal, após este período foi firmado convênio com a Prefeitura local que começou custear o aluguel do imóvel atual. Situado a rua: Sudão, n º 820, Bairro Rio Verde, Colombo – PR.

Objetivos:

Abrigar crianças e adolescentes afastados de suas famílias de origem, visando à garantia de seus direitos e proteção integral, respeitando suas necessidades biológicas, afetivas, espirituais, e sociais, até o seu retorno à família biológica ou colocação em família substituta.

Ressaltamos que os principais motivos de abrigamento são: a carência de recursos materiais da família, abandono pelos pais ou responsáveis, doenças dos pais, abuso sexual, mendicância e violência doméstica.

Entende-se que o abrigamento é medida excepcional e provisória, mas visamos proporcionar neste período de tempo, um ambiente qualificado e oferecer um espaço arejado e adequado próprio às crianças que necessitam de abrigamento, levando a criar o sentimento de “nossa casa”, oferecendo a oportunidade de frequentar estabelecimentos de ensino, atividades extracurriculares, enfim, podendo voltar para a casa ao final do dia, bem como desenvolver vínculos afetivos entre os internos, suprindo a falta de uma família tradicional, diminuindo o sentimento de angústia e frustração. Sobretudo trabalhando a inclusão social e comunitária, destas crianças.

Estrutura Atual:

O imóvel onde funciona a Instituição é alugado, sendo um sobrado de alvenaria, contendo 04 (quatro) quartos, 02 (duas) salas, 04 (quatro) banheiros, 01 (um) refeitório, 02 (duas) cozinhas, garagem e quintal. Nos fundos do terreno há uma construção de alvenaria, contendo uma sala para biblioteca, 01 (um) quarto 02 (dois) banheiros e lavanderia.

Atualmente a Casa atende 14 crianças/adolescentes, entre 06 e 17 anos de idade, do gênero Feminino, que tiveram seus direitos violados estão a disposição do juizado da Infância e da Juventude. A capacidade da instituição é de 20 (vinte). Desenvolvemos trabalhos e atividades recreativas de integração as crianças/adolescentes, nas áreas culturais, desportivas, recreativas e de natureza social, de modo geral.

A casa possui uma equipe técnica que realiza visita domiciliar as famílias biológicas para possível retorno ao lar e família substituta que pretende a guarda ou adoção dessas crianças/adolescentes.

A Construção:

Afim de proporcionar as crianças uma melhor infraestrutura, um aspecto semelhante ao de uma residência, oferecendo um ambiente acolhedor a Casa de Apoio Sete Anjos tem objetivo de construir sede própria. Para que este sonho pudesse ser concretizado a Casa de Apoio Sete Anjos arregaçou as mangas e foi a luta, batendo de porta em porta solicitando auxilio, angariou junto aos bazar realizados com doações da Receita Federal, show de premios e uma doação da Igreja do Evangelho Quadrangular dos Estados Unidos, um terreno de 782m², na Rua: São Pedro,nº 23, Jardim Fátima, Colombo - PR , e onde se pretende construir a sede com 299,52m².

Conseguimos através de doações o projeto, arquitetônico, estrutural, hidráulico, e elétrico, faltando apenas o projeto de prevenção de incêndios. Já temos em nosso poder também o alvará e construção da prefeitura, e encaminhamos ofício ao Juiz de Direito e à Promotora de Justiça da Vara da Infância e Juventude de Colombo, solicitando um convencia com a Vara de Execuções Penais, para que a mão de obra da construção seja feita pela população carcerária, já que o pai social da instituição é mestre de obras com experiência em construção, e coordenaria todo o projeto da obra. Finalmente, é importante destacar que precisamos dar inicio a construção uma vez que o alvará de construção tem validade até 02/2014.

Detalhes da obra:

Localização: Rua São Pedro, nº23 esquina com a Rua: Sudão 295 – Jardim Rio Verde Colombo- PR

Área total: 782m² Área à ser construída: 299,52m²





Por que ajudar neste projeto?

Possibilitar a estas crianças / adolescentes uma sede com mais infraestrutura dos serviços já existentes e condições favorável ao desenvolvimento saudável;

Para melhor adequar as demandas das crianças/adolescentes da instituição;

Participar de um projeto sério, em uma instituição de credibilidade e que há 14 anos vem atuando na causa;

Através da sua doação, outras pessoas poderão dar carinho, afeto e atenção a estas crianças;

Quando fazemos “bem” ao próximo, estamos fazendo a nós mesmos;

Certos da sua atenção agradecemos e nos colocamos á disposição para mais informações ou esclarecimentos necessários.

Cordialmente

Cleusa Oliveira do Prado

CPF 633.404.709-44

Diretora



Nenhum comentário:

Postar um comentário